African Travel Concept

Noticias recentes

30 MILHŌES DE RANDS A SEREM INVESTIDOS EM ESFORÇOS ANTI CAÇA FURTIVA

O dinheiro deve ser usado para atualizar a tecnologia de comunicação de campo usada por guardas florestais, sistemas de comunicação de rádio entre fronteiras, treinamento de guardas florestais, melhoria das condições de trabalho, programas de combate ao tráfico, cães farejadores e pesquisa, disse a Fundação em um depoimento. 

O projeto também implicou em ajudar o sistema judicial de Moçambique a implementar o novo Ato de Áreas de Conservação, que prevê penas mais duras para qualquer um considerado culpado de tráfico ilícito de vida selvagem.

O dinheiro veio da loteria em função do código postal holandês e sueco.

O investimento fez parte de um acordo que a Fundação celebrou com o governo de Moçambique e a Fundação Joaquim Chissano.

"Os contratos de implementação do projeto, assinados hoje em Maputo, seguem o memorando de entendimento entre os departamentos de assuntos ambientais de Moçambique e da África do Sul, na área de biodiversidade, conservação e gestão, que foi assinado no dia 19 de Abril de 2014” disse a Fundação.

O CEO da Fundação Peace Parks, Werner Myburgh, disse que o acordo vai resultar em uma expansão dos esforços para combater o crime ambiental.

"O crime ambiental é muitas vezes transnacional por natureza e áreas de conservação transfronteiriças e acordos como os assinados hoje oferecem uma importante plataforma para combater a dizimação de nossas espécies protegidas” disse ele. 






l cancel